Camisa de forca

Eu tenho certeza que eu sou o manicômio que nunca acaba eu sou o excesso a fala carregada de insanidade e me oferecem água achando que é sede ou melhor fingem que acham a verdade é que com a boca cheia é fácil calar e cidadão de bem é generoso no começo aquela coisa a esperança o abraço caloroso depois eu já sei problema de mulher não se resolve nessa instância mas porra né eu vi esse filme desde a infância já decorei a diferença entre o braço que acolhe e a camisa de força eu sei a gente pode achar de novo que é forte e quebrar os hospícios ate o último vergalhão mas construíram um bem aqui eu nunca achei a chave do meu imagine do seu mas por favor amigas nao me dêem ouvidos amanhã tem banho de sol

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s