desterra

as cenas esgotam-se de serem criadas. fosse o caso de os ciclos terminarem em paz com seu tempo este piso de brilho cerâmico seria ferro, sendo o caso da garantia ao corpo de poder se encerrar, o que se descarta vai a fora de não poder ser eterno, graças; fosse o caso da exigência de recatar-se não existir, estaria sendo sujo, o máximo sujo pra que se pudesse depois ser limpo, não por muito, mas o que bastaria até que pudesse sujar do que é novo. este acúmulo torna as contrações as mais doloridas e o auge permanece enterrado, o segredo dos séculos por baixo de pó, de pó sendo perfumado as vezes todas que se sopra aroma do fundo; as cenas esgotam-se de não acontecidas, a cobrança vem no aperto e não se é capaz de mover nada senão ouvir os sermões do ontem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s