peso excede

Como nunca
pego os vôos
A indisposição tem dúvida se é minha
ou das asas comigo
Não sei quanto peso.

Me amam demais exceto
quando desfaleço
Sou isso com aviso de que não tem
jeito

Pagamos sempre pelo preço excedente
do não dizer noturno
depois de digerir
as que nos couberam letras
engolidas do desconforto

Tenho cisma em me sentar equivocada
destruo as vértebras
e as decisões precipitam

Todos caem

Estão cansadas de mim
as asas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s