por que tememos estes dentes na lisura

hoje de café da manhã quando chovia
chovia muito e não recebi ninguém
abri a porta à minha vista
e comi um cachorro passante

agora que estou próxima da hora
do almoço, quando gostei gostei
muito e queria comer outros

mas parou a chuva
chegou uma pessoa
que não me receberia bem
de saber que virei comedora de cães
com manteiga no café da manhã

sim, barriga, eu me torno muito triste
um pouco de medo, tenho
e selo a boca pra não sair hálito do flagra
salto sobre meus pés para que a chuva caia
de novo lavando o flagra

estive só de novo tendo saltado demais
não quero dizer ainda a tristeza
de minha língua
abro a boca e estremeço o cheiro dos cães

amanhã a chuva não veio
e trouxe a pessoa
se preocupando porque eu me torno
muito triste e com um pouco de medo, tenho
falei de como me sentia com um cachorro
sem dizer que comia cachorro

a pessoa teve que alma era só alma
e não quis me tocar
contou linhas ritualísticas para profusões
corporais
que não eram curas mas por eu estar presa,
tenho estado muito presa
precisava de ver

quis dizer a pessoa que eu conseguiria
abrir-me a isso e à pessoa
e a todas as pessoas
ao invés de ficar sem fala executando gestos
de quem ouve cachorros nos intestinos do mundo
chorando muito pelos cães de fato
não deverem estar aí

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s